SEAD PROMOVE MANHÃ DE EXAMES DE SAÚDE DOS SERVIDORES

Nesta sexta-feira 16, aproximadamente 50 servidores da Sead, Ipaam e Sema realizaram exames médicos na própria sede da Secretaria de Administração e Gestão. Foram feitos testes rápidos de HIV, sífiles e hepatites. Além de tipagem sanguínea. Com esta ação, o setor de saúde e bem-estar do servidor busca facilitar e adequar os horários dos servidores aos exames de saúde.

SEAD REÚNE COM SINDICATO DA POLÍCIA CIVIL

A Sead recebeu visita do Sindicato da Polícia Civil que solicitou pequenos ajustes na Folha de Pagamentos, visando a correção de rubricas. O grupo de sindicalistas foi recebido pela Secretária da SEAD, Angela Bulbol de Lima, e pela Secretária Executiva, Maria da Glória Vitorio. Ademais, a visita teve caráter de agradecimento à Secretaria pela atenção e cordialidade aos pleitos daquela entidade representativa.

SEAD COMEÇA A IMPLEMENTAR NOVAS SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS

O Departamento de Tecnologia da Informação (DETI) apresentou na manhã desta segunda-feira (22), no auditório Jorge Bonates, o novo site de serviços da SEAD, com destaque para a nova ferramenta, o Sistema de Chamados. Agora será possível fazer solicitações de suporte não apenas referentes a manutenção de computadores e outros problemas ligados a informática, mas também ao Departamento de Administração e Finanças (DAFI), responsável por manutenções do prédio da secretaria.

De acordo com o chefe do Departamento de TI, Gabriel Amaro, com o sistema de chamados será possível ter mais organização e controle dos serviços prestados. “Com esse sistema, vamos poder oferecer mais agilidade na resolução de problemas, além disso, ter um levantamento das ocorrências mais comuns e resolvê-las definitivamente”, comenta.

O sistema de chamados pode ser acessado através do site www.servicos.sead.am.gov.br, onde é possível também acessar aos sistemas Portal Sead, SproWeb e Prodam RH, e, além disso, receber as últimas notícias da SEAD.

SEAD COMEÇA A PRESTAR ASSESSORIA EM SISTEMAS DE GESTÃO PARA SECRETARIAS E ÓRGÃOS DO GOVERNO

A Policia Militar do Estado do Amazonas foi o primeiro órgão a reunir com uma equipe da Secretaria de Administração e Gestão (SEAD) iniciando uma nova postura entre as unidades administrativas do Poder Executivo estadual. A partir da agora, a SEAD vai prestar assessoria para os gestores e suas equipes para na implantação sistemas que melhorem o funcionamento de cada estrutura funcional.

A reunião aconteceu na sede da SEAD na tarde desta terça-feira (16) e contou com um grupo de oficiais da PM que cuidam da área administrativa e financeira da instituição. Na ocasião, foram apresentados os projetos estratégicos na área de tecnologia para solucionar problemas da rotina de trabalho. “Descobrimos várias necessidades em comum que são e serão atendidas com ferramentas que a SEAD tem desenvolvido. Usando uma ferramenta comum, que é a internet banda larga, vamos melhorar com eficiência e eficácia a SEAD e todos os demais órgãos utilizando os sistemas que estamos desenvolvendo”, explicou o Coordenador Executivo de Articulação Institucional, Daniel Armond.


De acordo com o Cel Júlio Sérgio Costa do Nascimento, Chefe do Estado Maior Geral da PMAM, sem internet é impossível realizar um trabalho seguro. “Todos os sistemas são interligados a rede interna e externa a exemplo do sproweb, PRODAM, CPFP, CPPM e também a própria interligação com o judiciário através da Diretoria de Justiça e Disciplina. Acredito que a reunião com a SEAD tenha sido muito produtiva especialmente por ter-se obtido um resultado conjunto para o problema que atualmente afeta a nossa Instituição”, comenta.


A mesma prática será extendida para demais secretarias e órgãos, o que vai ocasionar, nas próximas semanas, novos encontros para identificação de problemas nas unidades da administração pública estadual.


“Essa é a Sead que queremos: inovação a serviço do estado. Investir em novas práticas para ganhos de gestão, compartilhando expertise, tecnologia e processos. Esse pensamento é o que estaremos compartilhando com nossos colegas gestores de outras pastas”, resumiu a secretária da SEAD, Angela Bulbol de Lima.

LEVANTAMENTO DA SEAD VAI DESCOBRIR QUAIS AS NECESSIDADES DOS SERVIDORES

Servidores públicos de várias secretarias e órgãos da administração estadual participaram, na manhã desta terça-feira (9), de uma reunião onde conheceram detalhes do Levantamento de Necessidades de Treinamento e Desenvolvimento (LNTD). É a grande consulta que a Secretaria de Administração e Gestão (SEAD) vai realizar durante todo o mês de janeiro para identificar os gargalos nas ações de desenvolvimento e formação do servidor público estadual. Participaram do treinamento cerca de 60 servidores. “Este tipo de levantamento é muito bom porque padroniza as ações e faz com que os treinamentos sejam voltados para a verdadeira necessidade e realidade dos órgãos”, avalia a servidora Lorena Aires pertencente ao quadro da Secretaria de Saúde (SUSAM) e que trabalha no Centro de Atenção Integral à Melhor Idade (CAIMI) André Araújo, localizado no complexo do Hospital Universitário Francisca Mendes, na zona Norte de Manaus.

O LNTD desenvolvido pela SEAD será um grande formulário que será preenchido pelo agente de treinamento, que são servidores treinados para serem o elo de ligação das unidades administrativas com suas respectivas chefias. O formulário é composto de perguntas divididos em 9 (nove) áreas de treinamento e desenvolvimento, como por exemplo: orçamento de finanças, gestão estratégica de pessoas, valorização de servidores, entre outros. Em suas respectivas unidades, os agentes vão ser responsáveis pelo levantamento das reais necessidades de ações que ajudem na busca da qualidade no seu próprio trabalho, refletindo na melhoria do serviço prestado à população. O levantamento está previsto para ser concluído no fim deste mês de janeiro.

De acordo com a secretária da SEAD, Angela Bulbol de Lima, o levantamento faz parte das ações da política de capacitação do Servidor Estadual de 2018. “Essa política tem inovações na sua configuração, formato, diretrizes, sistemática, abrangência e expectativa de resultados. É a Escola Governar trabalhando para preparar líderes, gestores e técnicos, no âmbito do estado”, disse a titular da SEAD.

AMAZONINO DETERMINA PAGAMENTO DE BENEFÍCIOS A POLICIAIS CIVIS E SERVIDORES DA UEA

O governador Amazonino Mendes determinou o pagamento, para este mês de janeiro, da quarta e última parcela referente ao escalonamento dos vencimentos de policiais civis e também de promoções para servidores da instituição. A liberação do escalonamento faz parte de uma série de medidas, sancionadas pelo governador no final de dezembro de 2017, que inclui pagamento de promoções atrasadas de policiais militares e de auxílio fardamento para a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) e do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM).

Em dezembro, o governador autorizou e foi pago aos professores e técnicos servidores da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) a remuneração referente às promoções horizontais e verticais, bem como de conclusão de estágio probatório. Foram beneficiados com a medida 1.091 servidores, sendo 798 professores e 293 técnicos-administrativos. Alguns dos servidores esperavam desde 2015 pelo benefício.

Os atos que estabelecem o pagamento do escalonamento da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) e de benefícios a policiais militares e bombeiros foram publicados no Diário Oficial do Estado (DOE) de 29 de dezembro de 2017. No total, os recursos destinados a esse fim somam R$ 70 milhões. Os demais benefícios seguem trâmites para pagamento em breve.

Com as medidas, o governador Amazonino Mendes cumpre o compromisso assumido com os servidores da segurança pública durante reunião com servidores da PMAM, PC-AM E CBMAM, no dia 6 de outubro do ano passado, logo após assumir o comando do Executivo. Na ocasião, ele anunciou a retomada do auxílio fardamento e a realização de promoções e pagamentos pendentes de policiais civis e militares. Também anunciou a extinção, já concretizada, da quinta classe de policiais civis e a convocação de cerca de 250 aprovados no concurso da PC-AM de 2009, o que também já está em curso.

Auxílio fardamento – Há sete anos, os policiais militares e bombeiros do Amazonas não recebiam novo fardamento. Com a medida de Amazonino, o recurso será disponibilizado no contracheque dos servidores. O valor será de R$ 2.275, equivalente a um soldo. Com ele, será possível adquirir duas peças de uniforme (calça e camisa), uniforme de instrução (para operações), uniforme de educação física e um de passeio.

“Todos nós sabemos da determinação do governador Amazonino em recuperar a segurança pública do Amazonas. Isto tem acontecido na prática com a aquisição de viaturas, equipamentos, modernização da inteligência e a valorização dos nossos policiais civis e militares”, enfatizou o vice-governador e secretário de Segurança, Bosco Saraiva.

No pacote direcionado aos avanços na carreira dos servidores da segurança, o governo está garantindo R$ 11,1 milhões para o auxílio fardamento de policiais militares e bombeiros, R$ 30 milhões para promoções na PMAM e R$ 36 milhões para o escalonamento na PC-AM.

Bosco Saraiva destaca que, a partir de agora, as promoções na Polícia Militar serão cumpridas seguindo rigorosamente critérios técnicos, acabando com os apadrinhamentos e injustiças. De outubro de 2017 até janeiro deste ano, foram promovidos 110 policiais militares, entre cabos e tenentes. Da turma de 2015, que precisa ser promovida, o Governo do Estado está encaminhando a promoção de 774 policiais militares, de acordo com o Comando Geral da PMAM.

No último trimestre do ano passado, 2,7 mil policiais militares fizeram cursos para se habilitarem às promoções. Conforme o vice-governador, a iniciativa já é parte da nossa determinação do Governo de restabelecer as promoções, dentro do que estabelece a lei. “Estamos restabelecendo as promoções e começamos a fazer isso com os cursos que preparam os policiais para a ascensão na carreira. Agora é por merecimento, reconhecimento. O governo fará tudo dentro da forma da lei”, afirmou Bosco Saraiva.

SEAD FAZ INVENTÁRIO ANUAL DE ESTOQUE

Equipe de gestão financeira faz inventário anual de material de limpeza, informática, descartáveis e de consumo. “O objetivo é ter uma visão correta do que tem hoje em estoque para então fazer o planejamento de aquisição de bens e serviços para 2018”, explica Danielle Queiroz, secretária adjunta de gestão financeira.

SEAD LANÇA ‘CARTILHA DE GESTÃO DE PESSOAS’ PARA GESTORES DE RH

O Governo do Amazonas, através da Secretaria de Administração e Gestão (SEAD), disponibilizou, na manhã desta terça-feira (2), a Cartilha de Gestão de Pessoas contendo orientações para gestores de Recursos Humanos (RH) que trabalham nos órgãos e secretarias do Poder Executivo do Estado. O conteúdo está reunido em 76 páginas que tratam de diversos casos operacionais da carreira do servidor público estadual, tanto estatutário quanto comissionado. A Cartilha está disponível no endereço www.sead.am.gov.br , na Pasta Sead Publicações, e pode ser baixado gratuitamente pelo público. (Clique aqui para acessar o conteúdo)

“Esta cartilha faz parte de uma série de publicações que vamos lançar ao longo do ano fazendo com que os procedimentos administrativos do poder executivo sejam padronizados e reunidos em uma fonte de consulta apenas”, diz a secretária da SEAD, Angela Bulbol.

Nessa Cartilha de Gestão de Pessoas, o gestor poderá tirar dúvidas sobre, por exemplo, os procedimentos de exoneração de servidores de cargos comissionados, nos casos de falecimento e da aposentadoria. A publicação traz textos descritivos e reproduções (prints) das telas de computador nos sistemas usados para esses casos. No cálculo de exoneração, por exemplo, os gestores já podem acessar o novo sistema elaborado pela SEAD, através da Coordenação Técnica de Auditoria de Sistemas (CTAS) e desenvolvido por técnicos da Prodam (Processamento de Dados do Amazonas). Participaram da produção da Cartilha auditores da Gerência de Folha de Pagamento e servidores do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas da SEAD (DDEP).

“A padronização vem nos ajudar principalmente a dar celeridade aos processos de instrução de lotes cadastrais e financeiros, evitando retrabalho em face da necessidade de correções”, disse a Coordenadora do CTAS, Andresa Silva.